Pedaço de algo que ainda não sei

Divulgando essência enquanto duplicidade
quatro paredes,
por vezes olhos
vezes outras conversas boas em bares
quais queira

mas a rede
rede é teia que não tem fim
e sem fim
nem limites
sinto marasmo da solidão
sem sentido

com bilhetes escritos à mão
perdoa meu
arcaísmo?

– Jê Ernesto

Foto-Divulgação1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s