Uma trama costurada a linhas de ferro, mas que o tecido acoberta dores e no aconchego produz esperança

Alma tocada suavemente com facadas de realidade, é com esse paradoxo que Conceição Evaristo é introduzida ao leitor. No livro Olhos d’água, terceiro lugar no 58º prêmio Jabuti deste ano, Evaristo retrata a realidade das minorias de modo realista – e não só fatalista – mas, sensível à vida num todo.
Dos 15 contos presentes no livro, destaca-se o conto que o nomeia: “olhos d’água”. O conto é narrado por uma menina-mulher que não consegue lembrar a cor dos olhos da mãe. Apesar de a filha se lembrar de todos os aspectos dela, todas as manias e trejeitos de uma mãe preta esquecida, que fazia de tudo para criar suas filhas. Mas os olhos de sua mãe? Foi preciso viagem de volta ao seio materno, para tentar enxergá-los.

Os olhos da mãe eram cor de água, e os entendimentos desses olhos marejados cambaleavam entre lágrimas de emoção e de dor. De emoção, por que no fim do texto, a narradora finda sua viagem para rever os olhos da mãe; e de dor, pois estavam presentes as lembranças da infância de difícil vivência.

Esse conto traz à baila a sensibilidade que é dar lirismo as forças necessárias da vida, caracterizando assim, a escrita de Conceição Evaristo como sensível. Porém, essa característica não se esgota no aspecto sentimental. É sensível no sentido de importância, de humanização daquilo que é duro. O relato é forte: “eu sabia, desde que aquela época, que a mãe inventava esses e outros jogos para distrair a nossa fome. E a nossa fome se distraia”. Aqui e no restante da obra é possível sentir a realidade, mas com acalento de quem vê esperança.
Resenha, por Jennifer Ernesto, sobre o livro Olhos D’água de Conceição Evaristo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s