Aquela prima Vera, aquela falsa, deixou o calor em casa!

Eu com meu sorriso bobo de todos os dias sempre desejo estende-lo, extende-lo? Mais que no varal de casa… Na amplitude de impactar o próximo.

A preguiça cansada de ser preguiça me abraça, abraça tão forte que eu diria que somos intrínsecas, melhores amigas. Apaixonadas!Preguiça essa que me dá aquele famoso bode de me dedicar a alguém. Sem muita perspectiva. O brilho no olho apaga rápido quando a alteridade do meu lado sobe mais do que o outro. Aaah, como a balança do sentir pode ser ingrata!
Mas assim, um tal sorriso frouxo pisciano parecido com o meu, encantou-me recentemente… Não tenho medo de expor, não tenho. Amores, paixões… São para isso não são? Dar o famigerado vexame, leia Roberto Freire, ele vai te arrancar risos dessa teoria.
É assim, a gente passa cada expectativa de domingo sentindo um pouco mais frio que ontem.

– Jê.